Excerto de “Cântico Negro” de José Régio

Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos…
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: “vem por aqui!”?”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *