Tempestade de Ideias

Estou seriamente atrasada! Nesta minha demanda por postar todos os dias, e ver se isto é realmente como dizem (quanto mais actividade mais leitores), de vez em quando deparo-me com a triste realidade de que não há como descobrir inspiração depois de cumprir as horas de trabalho diário.

Sim, já conheço a máxima “keep your day job”.

Contudo esta nova actividade tem-se mostrado muito interessante e tem incentivado à escrita não só no blog, como nos meus outros projectos a decorrer. E foi por isso que decidi definir o meu calendário diário de posts. Assim, nada de procrastinar enquanto outros conseguem (alegadamente) manter os seus três trabalhos diários J

À luz dos temas que mais me interessam, defini dias para cada um deles, organizando os meus posts sob essa lógica.

O dia da Poesia, a minha e a dos outros. Irei alternando consoante a musa o definir, e rezando para que ninguém se ofenda com a indefinição de patamares;

O dia da Música, escolhendo letras e videoclips cuja mensagem seja importante, agradável, um momento OMG (Oh My God), ou simplesmente uma grande bosta que mereça constar do registo;

O dia do Cinema, relembrando um dos filmes que vi e aconselho, ou não vi mas quero ver, ou simplesmente não aconselho. Falamos daqueles que se destacaram, ou que se afundaram por motivos mais ou menos aparentes

O dia das Curiosidades, em que tudo é permitido e passível de se tornar num post. Curioso, curioso é que alimenta e sustém a curiosidade alheia, ou pelo menos assim o espero;

O dia dos Livros, os que li (me apaixonei, gostei mesmo muito, gostei mais ou menos, ou gostar é uma palavra demasiado forte para eles, mas que são úteis de qualquer das formas) e recomendo. Aqueles que se destacaram lá em casa, na net ou nas lojas por algum motivo;

O dia do NaNoWriMo, inicialmente criado para albergar os meus guest-posts sobre o concurso, transformando-se agora no dia de aperfeiçoamento da arte de escrever onde colocarei o que aprendo sobre escrita e afins;

O dia das Palavras Soltas onde a palavra, a opinião e a invenção serão donas e rainhas do espaço. Por isso não se admirem se por lá passarem algumas ideias menos “socialmente aceites”. Já conhecem o ditado “a opinião é como o cu, cada um de nós tem o seu”…

Provavelmente não serei capaz de postar todos os dias, mas garanto-vos que darei o meu melhor (e provavelmente o meu pior também). E de certeza que nem tudo agradará a todos, mas será incluído de qualquer das formas (voltamos à história do traseiro…).

Gerar ideias, mexer com a imaginação, abrir horizontes e fazer passar a mensagem, são os objectivos deste blog. E passar um bom bocado. Claro!

Deixo-vos aqui um pequeno Brainstorming, a minha tempestade de ideias, que mostra os objectivos e os meus compromissos com este blog:

Ver o mundo com outros olhos; Livros; Palavras; Elogio da Palavra; Ideias; Inspiração; Imagens; Significado; Símbolos; Palavras Soltas; Arte; Expressão organizada do mundo; Inquietação; Histórias; Cultura; Inteligência; Humor; Apaixonado; Atitude; Diversidade; Moral; Ética; Profissional; Social;

Os pensamentos organizam-se através de palavras. As palavras escritas determinam os caminhos da humanidade. As interpretações enunciadas ajudam a divulgar o conhecimento. E mais conhecimento significa resoluções melhores para problemas comuns. As palavras têm o poder de mudar o mundo. Se a elas juntarmos sentimentos, então terão o poder de nos mudarem a nós próprios. E a mudança é o combustível da vida.

Desafio-vos a contribuir com comentários e enviando-me as vossas ideias para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *