Inspiration enlightens the world

É oficial! A vida dá cada volta que até nos deixa atordoados. Num minuto está tudo dentro da normalidade, no seguinte alguém nos arranca o tapete debaixo dos pés. E se posso dizer que uma das minhas frases favoritas é: “Not till we are lost, in other words, not till we have lost the world, do we begin to find ourselves.”  de Henry D. Thoreau, também posso garantir que todo o processo é demasiado doloroso.

Numa tradução livre: É quando perdemos o mundo, que começamos a encontrar-nos a nós mesmos.

É uma frase de esperança, de objectivo e de consolo. Mas mesmo sendo tudo isso, agarrar-nos a palavras quando a realidade é feita de actos, parece um bocado tresloucado. Talvez seja, mas gosto de pensar que qualquer que seja a fase que estamos a viver, já houve quem passasse por isso e sobrevivesse. E ainda organizou o conhecimento de uma forma válida, que pode mesmo servir de exemplo a outros.

Todos nós possuímos essa capacidade, mas reorganizar pensamentos e actividades é sempre uma batalha sangrenta. E se descobrirmos as realidades dos outros é assustador, enfrentarmos as nossas poderá ser destruidor. Olhar em frente e acreditar. É o que irei exigir.

Mantra deste fim de semana: Acreditar, relativizar e progredir.

A tristeza alimenta os criativos mais audazes. E a inspiração ilumina o Mundo.

………

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *