Poema de Sophia de Mello Breyner Andresen

 Sacode as nuvens que te poisam nos cabelos,

Sacode as aves que te levam o olhar,

Sacode os sonhos mais pesados do que as pedras.

 –

Porque eu cheguei e é tempo de me veres,

Mesmo que os meus gestos te trespassem

De solidão e tu caias em poeira,

Mesmo que a minha voz queime o ar que tu respiras

E os teus olhos nunca mais possam olhar.

“Coral” – Sophia de Mello Breyner Andresen
………….
Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *