Opinião: Clockwork Angel by Cassandra Clare

Cassandra Clare a mostrar que, as histórias de acção podem perfeitamente acontecer em Londres, em plena era vitoriana. “Clockwork Angel” conta a história de Tessa, dos seus poderes dormentes, e Will, e o seu passado atormentado.

A acção desenrola-se numa época em que as convenções sociais mais castradoras coabitavam com a devassidão dos hábitos humanos, e este livro mostra ambas as realidades. As referências literárias durante o desenvolver da história, adicionam-lhe interesse. As personagens são cativantes e a cadência da história envolve o leitor neste mundo de Shadowhunters em cartolas e vestidos princesa. Agora fico à espera do segundo livro: “Clockwork Prince”…

As minhas frases favoritas em “Clockwork Angel”:

“One must always be careful of books,” said Tessa, “and what is inside them, for words have the power to change us.”

“cleverness that comes too late is hardly cleverness at all?”

“Only the very weak-minded refuse to be influenced by literature and poetry.”

“Do reasons matter when there’s nothing that can be done to change things.”

“It’s all right to love someone who doesn’t love you back, as long as they’re worth you loving them. As long as they deserve it.”

No other words can say it better.

……………

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *