Opinião: “Sangue de Anjo” de Nalini Singh

“Sangue de Anjo” conta a história de Elena, uma caçadora da Guilda e do Arcanjo Raphael. Neste livro o mundo criado por Nalini Singh é povoado de Arcanjos dominadores de exércitos de Anjos e Vampiros. Todos estes elementos representam poder que é exercido sobre os humanos, protegendo-os das possíveis ameaças e, em simultâneo, exercendo um controle apertado desses seres considerados inferiores.

Uram é um Arcanjo enlouquecido, cuja loucura e sede de sangue leva a homicídios brutais. É a perseguição e captura de Uram que une Elena e Raphael, e é esta história que dá o mote ao próximo livro, que de certeza será publicado brevemente em Português.

A ressaltar nesta obra é o trabalho descritivo excepcional. Os cheiros são envolventes ou agoniantes, as cores vívidas, as sensações reais, um excelente exercício de escrita.

Novidade, pelo menos dentro do que tenho lido, é o facto dos Arcanjos não serem intrinsecamente bons, aliás, várias personagens demonstram mesmo o contrário. Também o conceito de domínio dos Arcanjos sobre os humanos e a sua associação à criação de vampiros, é um elemento novo. Já a história em si, não posso dizer que tenha a substância dum bom livro sobre o tema, ou que as novidades que introduz sejam assim tão brilhantes que nos absorvam para um novo mundo.

4* em descrição

4* em novidades

3* em desenvolvimento da história/personagens

……………………

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *