Ataque ao Facebook: Haja paciência para estes cromos!

Mas esta gente ouviu falar em Liberdade? Nos direitos de cada indivíduo? Mas quem são eles para dizer se eu posso ou não aderir, escrever, comentar, ouvir música, ver notícias, e todas as outras milhentas coisas que fazemos no Facebook?

Que sigam algum ideal doido quando, entram nas redes dos bancos, das entidades governamentais, de empresas privadas, eu até entendo (e também não concordo), agora querer limitar o que é usado de livre e espontânea vontade, cheira-me mais a repressão e aos dias em que livros eram queimados, pessoas banidas ou assassinadas, por não se adequarem ao socialmente instituído.

Que alergia a estes indivíduos, xenófobos, racistas, sexistas e afins, particularmente quando impelidos por ideais parvos, e crenças erradas, movidos ao sabor duma qualquer doutrina mal fundamentada e (normalmente) tosca.

E essa ideia de andam a roubar os nossos dados pessoais e a construir uma super-mega-base de dados é, no mínimo imbecil (parem de ver a Teoria da Conspiração, please!). Eles não conseguem cruzar a informação da Segurança Social com as Finanças, por amor de Deus! Mas mesmo que assim fosse, tudo tem 50% de coisas boas e 50% de coisas más, não pensavam que acediam a algo sem dar nada em troca, pois não?

Não querem usar o Facebook, ou qualquer outra coisa, não usem. E reparem, ninguém vos obriga, ao contrário do que querem fazer connosco. Isto é repressão, disfarçada de preocupação social.

Muito medo têm de serem expiados?! A pergunta é: O que têm a esconder?

Aqui está a notícia, motivo da minha indignação.

…………..

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *