Recursos do Escritor: TerribleMinds sobre Auto-Publicação

É facto aceite que estamos a voltar aos tempos em que os escritores pagavam para ver os seus trabalhos publicados. Num tempo, não muito longínquo, só os escritores com conhecimentos e algum dinheiro é que conseguiriam atingir essa meta. O que fazia sentido, pois eram também essas pessoas que tinham os meios para aceder à educação.

O mercado divide-se em vários tipos de auto-publicação (com maior relevância nos países anglófonos), alguns deles arrecadando um estigma pouco simpático. Esta realidade é combatida diariamente  nas redes sociais e nas plataformas de autor, alastrando-se rapidamente a todo o mundo desenvolvido.

Os meandros editoriais agitam-se com os ebooks, kindles, ipad’s e com a força de vontade férrea de alguns que não acreditam nas tradições impostas pelas empresas do ramo (ou que se recusam simplesmente a baixar os braços perante rejeições).

Este é um artigo do escritor Chuck Wendig (em Inglês) com os seus pensamentos sobre a auto-publicação. 25 verdades cruas, apimentadas pelo humor cáustico de Chuck. ‘Terrible Minds’ indeed.

25 Things to know about Self-Publishing (Or, ‘How to sell a brazillionty books in 17 minutes’)

………….

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *