Recursos do Escritor: Encontra enredos nas tuas crenças

Há uns dias publiquei um artigo que colocava uma pergunta crítica (Escreves sobre o que é importante?),onde contemplei a importância das nossas crenças pessoais, dos nossos valores fundamentais e do nosso carácter na construção de uma história.

Acredito que é o facto de quem lê se identificar com as personagens e com a história que atrai os leitores. Assim como acredito que, ao nos conhecermos como pessoas e como escritores, poderemos escrever histórias melhores.

Volto a colocar algumas perguntas:

Em que acreditas? Quais os valores que te definem? Quais os valores que usas nas tuas histórias (coincidentes e conflituosos)?

Agora, quero propor um exercício:

1. Da lista de palavras/expressões em anexo (clica em baixo) escolhe aquelas com que te identificas, aquelas nas quais acreditas (não penses demasiado) e regista-as num papel.

Exercício_Crenças

2. Dessa lista escolhe as palavras que têm mais peso para ti. Retira-as dessa lista criando um top 20 de expressões com que te identificas.

3. Da lista de 20, escolhe 3. Esses são os teus valores fundamentais, aqueles que orientam a tua pessoa.

4. Volta à lista de 20 expressões/palavras e escreve uma curta frase sobre uma situação em que esse valor tenha sido posto em causa (por ti ou pelos outros), como isso te fez sentir e como resolveste o ataque a essa crença.

 

Qualquer uma das 20 frases são alimento para uma nova história, assim como todas aquelas palavras que são a antítese daquilo em que acreditamos.

Este é um exercício de auto-conhecimento e uma forma de desbloquear o fluxo inspirador. Depois de conciliar as minhas ideias e de o experimentar deixo-vos aqui os meus 3 valores fundamentais. Não deixo as minhas frases porque são pessoais e este é um teste de auto-conhecimento e não de exposição pública.

1. Faz a diferença

2. Autêntico

3. Apaixonado

Comentem o artigo com os vossos 3 valores e o que pensam sobre este exercício (depois de experimentarem). As vossas ideias são sempre bem-vindas.

ΦΦΦΦΦ

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *