Palavras Soltas: O Trabalho é fundamental à Vida. Mais, se o amarmos…

No dia internacional de reivindicação de melhores condições laboraispanos brancos homenageia-se aqueles que morreram a lutar pelos nossos direitos, relembra-se a importância de melhores condições no trabalho, reclama-se o direito ao trabalho remunerado em condições dignas.

Neste dia, que é feriado (e não é só porque sim) muitos sobrevivem na escravatura dos tempos modernos. Outros ignoram o termo, porque desconhecem (e querem desconhecer) que isso ainda existe… ou, então, é só para os países do outro lado do mundo. A maioria ignora, deliberadamente, as próprias necessidades em prol da me(diocridade)ntalidade instituída.

O Trabalho é fundamental à Vida. A existência humana depende do trabalho e o trabalho depende dos homens. A máquina laboral é feita de pessoas. Não são cargos, nem imposições divinas. São pessoas como eu e tu que formam a sociedade, as entidades empregadoras, o mundo do trabalho. Não são coisas abstractas. São pessoas, escolhidas por nós, nomeadas pelos nossos representantes, promovidas com base num sistema que nós instituímos, por participação ou omissão.

A deterioração das bases do trabalho, a delapidação dos direitos fundamentais, a instituição de regras mais favoráveis às partes (que, no fundo, é um todo), não prevê a melhoria de todos e, no fundo, apenas assegura a melhoria instantânea de uns poucos.

Tanto foi dito sobre isto. Tanto será dito ainda. A verdade é que o mundo transforma-se devagar. A vida muda quando as nossas mentes mudam. E o que ainda não mudou deve-se a resistimos, com uma veemência assustadora, a tudo o que signifique Mudar… isso, e andarmos para aí a deixar destruir a nossa Educação e Sistema de Saúde e afins. Afinal, mentes que pensam são um perigo. Já o diziam aqueles que nos tentaram dominar.

Num apontamento mais trivial, deixo-vos algumas (outras) coisas que fazem sentido. Escritas por alguns nomes conhecidos:

“Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida.” Confúcio

“Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho”. Clarice Lispector

“Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um modo de agir, mas um hábito.” Aristóteles

“Aqueles que não fazem nada estão sempre dispostos a criticar os que fazem algo.” Oscar Wilde

Muitas mais há. Escolhe as tuas preferidas e enverga-as com paixão.

::::::::::::::::::::::::::

Passem 2015 com os meus devaneios literários (e afins). Subscrevam este blogue e recebam todas as novidades por e-mail.

::::::::::::::::::::::::::

Artigos Relacionados:

Escolhas, Coragem e… menos, muito menos – Isabel Allende sobre viver apaixonadamente 

Dia Internacional da Mulher ou um futuro melhor

Arrasar o egoísmo dos homens

::::::::::::::::::::::::::

Segue-me / Follow me:

facebook

twitter

google+

PinterestLogo

instagram

 

 

tumblr-icon

goodreads

youtube

 

Contacta-me / E-mail me:

sara.farinha@sarafarinha.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *