Como criar um Plano Operacional Criativo

Plano Operacional Criativo

Há coisas que ninguém nos ensina. Aprendemos por nós mesmos ou nunca chegamos a vislumbrar o que são, e o que nos falta, para atingir aquilo que (achamos que) queremos. Não é o caso ao criar um Plano Operacional Criativo. Podemos aprender a fazê-lo e colocá-lo em prática. 

Criei um exemplo que podem fazer o download grátis aqui… Mas, vamos por partes…

Aprendi (por mim mesma) que uma dessas coisas que aprendemos sozinhos consiste em definir o que queremos fazer da vida: Qual é a nossa Missão?

Ninguém nos ensina o que devemos fazer para descobrirmos a nossa Missão porque não cabe a outro, que não a mim, decidir.

Isto torna-se ainda mais importante quando decidimos que a nossa Missão neste mundo não depende de outrem. Quando, finalmente percebemos que podemos Ser, e Fazer qualquer coisa, desde que escolhamos que é isso que desejamos ser e fazer. 

Isto ninguém nos ensina. Aprendemos quando temos de aprender e, até lá, vamos mandando postais com mais ou menos intenção de chegar ao destino.

E, com esta descoberta percebemos que é imperativo desenvolver as nossas capacidades e ferramentas para perseguir a concretização desse sonho, da nossa Missão.

À primeira vista um Plano Operacional Criativo pode soar a antítese. Operacional e Criativo são duas coisas que não combinam. Dois opostos que nunca irão conjugar-se de forma correcta… Não. Eles completam-se.

Para sermos Criativos, e termos sucesso como Artistas, necessitamos de um Plano. E um Plano é, por definição, algo Operacional. Um Plano é um conjunto de acções que temos de realizar, cumprindo prazos e usando recursos para concretizarmos uma determinada tarefa. E, realizar o conjunto dessas tarefas transforma o Plano e o Projecto Criativo em Realidade.

Um Plano Criativo, a par de um Plano de Marketing e um Plano de Negócios, se for esse o caso, são as nossas melhores opções para as nossas aspirações artísticas.

Definir um Plano Operacional Criativo significa responder às seguintes perguntas:

  1. O que quero fazer?

  2.  Quando?

  3. Com que recursos?

  4. Em que bloco de tempo?

  5. Para atingir que resultados?

  6. Como vou medir esses resultados?

  7. Com que medida de sucesso?

O que é, para mim, o Sucesso? Click To Tweet

É uma pergunta importante e que tenho muita dificuldade em responder de forma objectiva.

Aprofundando estas questões:

  1. O que quero fazer? Qual é a minha Missão na vida? o que pretendo criar ou executar? Não significa que estejamos limitados à nossa arte. Podemos gostar de pintar mas não ser esse o percurso que queremos seguir. Ser claro e específico a definir qual a nossa Missão.
  2. Quando? Quais os limites de tempo em que encaixo cada actividade? qual o meu plano para hoje, para daqui a um mês, um ano, cinco anos?
  3. Com que recursos? Onde vou buscar o dinheiro para sustentar a minha arte? o que necessito para executar a minha missão? Quais as diferentes fontes de rendimentos que tenho de incorporar para poder executar a minha Missão.
  4. Em que bloco de tempo? Quais as tarefas a desempenhar e quando irei fazê-las? O que preciso encaixar na minha rotina diária? Semanal. Mensal. Anual e a 5 Anos. (estas é difícil quando não sabemos o que vamos comer amanhã… contudo, é um Plano Operacional Criativo não é um Contrato de Compra de Habitação própria. Esperem… este também planeamos pagá-lo daqui a 5 anos e com muito menos garantias de termos como o fazer nesse período de tempo continuado.)
  5. Que resultados quero atingir? O que quero que resulte de um projecto? ou do acumular de vários? ou de uma actividade específica? Cada actividade tem de chegar a x pessoas ou tem de ser publicado neste ou naquele meio… Definir que resultados são, para mim, bons resultados para cada actividade do plano, até o descartar de tarefas ou projectos podem ser bons resultados, se for isso o que é preciso.
  6. Como vou medir esses resultados? Posso usar métricas já definidas? Preciso informar-me sobre outras? Onde reúno essa informação? e como irei usá-la para fazer avançar o meu projecto de forma global?
  7. O que é, para mim, o Sucesso de um projecto? O número de visitas? A quantidade ou qualidade de comentários? A conclusão do projecto? a publicação?

Ninguém te ensina qual é o Plano. Tu decides qual é. Podes pesquisar sobre outros planos, outras pessoas, outras realidades. Podes escolher o que se adapta à tua vida. Podes incorporar outras coisas a esse plano. Tens total liberdade criativa para decidir e aplicar o teu plano.

O que não tens, e nunca terás, é alguém a decidir por ti e a levar-te onde achas que queres ir. Isso, terás de ir pelo teu próprio pé. Sair da tua zona de conforto. Decidir o que queres, o que significa sucesso e o que tens de fazer e criar para lá chegar.

O resultado estará na prossecução dos teus objectivos e no teu esforço pessoal. Mas nada está garantido se não tiveres uma ideia clara do que queres e dos passos que tens de dar para lá chegar.

Como Criar um Plano Operacional Criativo?

Abre um documento em excel e começa por registar o que pretendes fazer, qual o teu projecto. Divide-o em tarefas, classificando-as como Criativas ou Operacionais. Define os tempos de execução de cada tarefas e os recursos necessários. Parte cada tarefa nas sub-tarefas necessárias e define tempos e recursos para elas. Escreve o teu resultado esperado para cada uma delas e como irás medir o seu sucesso. Decide o que é para ti Sucesso para que possas reconhecer quando lá chegares.

Encontras um modelo de Plano Operacional Criativo aqui. Um exemplo que podes imprimir e aplicar aos teus Planos sem qualquer custo. Sei que vos será útil.

Como elaboram o vosso Plano? Há alguma coisa que desejam acrescentar a este exemplo de plano? Deixem os vossos comentários aqui.

::::::::::::::::::::::::::

Subscrevam este blogue e recebam todas as novidades por e-mail.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *