A importância de perguntar

importância de perguntar

Fazer perguntas é minar o sistema. Quem faz perguntas é porque não compreende. Quem pergunta tem coragem de verbalizar o desconhecimento. Quem pergunta recusa-se a aceitar passivamente a tradição que “diz que é assim porque sim”.

Fazer perguntas é recusar que as coisas são como dizem sem qualquer motivo. É procurar outras respostas que não aquelas que os outros afirmam serem as correctas. É buscar o conhecimento.

Recusar o que é, só porque sim, delapida o que foi instituído. E, isso,é inovar. É descobrir novas formas de ver e fazer as coisas.

Fazer perguntas é dotarmo-nos da qualidade de pensar por nós próprios. Click To Tweet

É procurar as nossas respostas. É viver em liberdade.

Porque houve tanta comoção e tantos riscos anunciados e proibições efectivas quando apareceu por exemplo o motor a gás? Porque ameaçava a instituição Petróleo.

Porque se ouviram (e ouvem) tantos discursos de ódio sobre a auto-publicação? Porque ameaçava a Publicação Tradicional.

Porque se levantaram tantos processos legais e caça aos adeptos do streaming de música? Porque ameaçava a maior fonte de rendimentos da Indústria Discográfica.

Como estes exemplos tantos outros andam por aí.

Porque se recusa tanto a mudança? Porque se evitam colocar perguntas? Porque se aceita logo, sem contestar, que tudo o que conhecemos é, sem qualquer dúvida, o melhor? O melhor para quem?

Porque unimos as nossas vozes, não em colocação de perguntas, mas em prol dos mesmos argumentos dos outros? Daqueles cujos interesses pessoais forçam as suas acções. Aqueles que lucram com a falta de pessoas que fazem perguntas.

Se há algo que podemos fazer é colocar questões e ir à procura das respostas. Muitos outros o fizeram nas mais variadas áreas. Desde o senhor que pré-vende viagens à Lua (Naveen Jain) até ao ilustrador que procura subsistir com a sua arte (Planet Prudence). Do músico iniciante (Mia Rose) ao escritor auto-publicado (Joanna Penn). Do marketeer do futuro (Seth Godin) aos simplificadores de estilo de vida (The Minimalists).

E tu? Continuas a colocar perguntas? A tua Arte coloca perguntas?

Podes começar por aqui e colocar-te algumas perguntas sobre a tua arte.

::::::::::::::::::::::::::

Subscrevam este blogue e recebam todas as novidades por e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *