Palavras Soltas: Convida a Magia a entrar e… ficar

Magia. Cada vez que penso em Magia, ocorre-me a crença que alimentei durante anos. Aquela que me dizia que a Magia não existia. Os anos em que recusei ver qualquer Magia para lá daquilo que consigo ver, e tocar, e comprovar por A+B.

Neste momento, tenho a certeza que, muitos de vós estão a revirar os olhos e a mexer-se em direcção à cruzinha vermelha ali ao canto… Pensem em Magia como: read more

Como construir (um lote emocional de) uma Personagem?

lote emocional de uma personagem

Cada um de nós tem um lote emocional. Um pequeno espaço que é, absolutamente, próprio e intransmissível.

O nosso lote emocional é um terreno que enchemos com aquilo que desejamos. Onde somos quem somos, temos o que queremos ter, pensamos como queremos.

Cada lote emocional é diferente do lote do vizinho. E, há tantos lotes como há pessoas no mundo.

A forma como pensamos esse lote, e aquilo que colocamos lá dentro, é a paisagem pessoal de cada um de nós. A disposição espacial dos objectos, o minimalismo ou coleccionismo, os sentimentos e ideias que retemos. read more

Criativos a meio do ano 2020

logotipo 2020
Finalmente, um logótipo que diz tudo.

Viram aquele logótipo, adequado na perfeição, ao ano que decorre?

Este aqui… read more

Opinião: ‘O Velho que lia Romances de Amor’ de Luís Sepúlveda

o velho que lia romances de amor

Há anos que penso nesta história como uma das minhas favoritas de todos os tempos. Porquê? Tenho vários argumentos e muitas suspeitas sobre os motivos…

A minha cópia deste livro é de 2002, a 19ª edição. Não sei precisar quando o li pela primeira vez, mas foi, claramente, a seguir a 2002. Li-o nos meus 20’s e cativou-me desde a primeira página, quando comecei a perguntar-me para onde poderia ir uma história destas. read more

Superpoderes e a força das coisas que não vemos

superpoderes

Tudo o que vivemos está sujeito à força de coisas que não vemos.

Coisas que não conseguimos observar no momento imediato, mas que são reais, e que se tornam observáveis com a passagem do tempo. Podemos pensar no movimento de rotação da Terra, a força das marés, ou a erosão das arribas, como uns poucos exemplos. read more

Diário de Bordo: Abril de 2020

Diário de Bordo

Há quanto tempo não escrevo um destes? Não sei. Perdi-lhe a conta.

Mas, os Diários de Bordo são importantes. São os check-ins que preciso para ganhar perspectiva sobre o que tenho feito e, como isso, serve o meu Trabalho Criativo. read more