Opinião: ‘O Velho que lia Romances de Amor’ de Luís Sepúlveda

o velho que lia romances de amor

Há anos que penso nesta história como uma das minhas favoritas de todos os tempos. Porquê? Tenho vários argumentos e muitas suspeitas sobre os motivos…

A minha cópia deste livro é de 2002, a 19ª edição. Não sei precisar quando o li pela primeira vez, mas foi, claramente, a seguir a 2002. Li-o nos meus 20’s e cativou-me desde a primeira página, quando comecei a perguntar-me para onde poderia ir uma história destas. read more

Superpoderes e a força das coisas que não vemos

superpoderes

Tudo o que vivemos está sujeito à força de coisas que não vemos.

Coisas que não conseguimos observar no momento imediato, mas que são reais, e que se tornam observáveis com a passagem do tempo. Podemos pensar no movimento de rotação da Terra, a força das marés, ou a erosão das arribas, como uns poucos exemplos. read more

Opinião: ‘The Artist’s Way’ de Julia Cameron

The Artist's Way

Sabem aquele sentimento, quando acabam de ler um livro que vos transformou o modo de ver a vida, e não sabem muito bem como continuar depois disso?

Não senti nada disso ao terminar este livro. Não o senti porque este livro, e o que ele me mostrou, não é um fim em si mesmo. read more

Estímulo à Criatividade – Um Exercício

Estímulo à Criatividade

O que significa, para ti, ser Criativo?

Há uns meses tive oportunidade de me inscrever num mini-curso sobre neuroplasticidade. O mote desta formação era: como formar novas ligações no nosso cérebro. Isto deixou-me interessada pois a relação entre hábitos e a criatividade é determinante para alguém que se interessa pela Criatividade. read more

Prefiro o meu peixe sem espinhas

prefiro o meu peixe sem espinhas

As pessoas querem comer o peixe sem espinhas. Verdade?

Ou seja, quando procuramos alguma coisa que acreditamos que nos faz falta (por exemplo: temos fome), preferimos comprar o produto final (o peixe escalado), ao invés da explicação de como fazer (a receita). read more