Uma fórmula para bem Escrever?

saber escrever

E, quando nos convencemos que, sem uma fórmula, não sabemos escrever?

Começo por reafirmar que acredito que devemos aprender de forma constante. Se lêem este meu cantinho há uns tempos, já devem ter apanhado que, por circunstâncias diversas, sou adepta do auto-didatismo. read more

A minha história com ‘Orgulho e Preconceito’

Jane Austen Orgulho e Preconceito

Começo por vos advertir que esta é a minha história com o livro “Orgulho e Preconceito” (Jane Austen) e, que deve ser lida em simultâneo com a playlist aconselhada para este tema…

Por vezes, vemos um filme ou começamos a ler um livro e, por um motivo que nem sempre sabemos explicar qual é, não nos identificamos com a obra. Daí até abandoná-la, por completo, costuma ser um curto passo. read more

Toda a verdade sobre o dia 100 do #the100dayproject

#the100dayproject

Aviso: Deixei o socialmente correcto à porta, e prossigo a escrever sobre o que foi, para mim, de facto o #the100dayproject, no dia em que os 100 dias chegam ao fim.

Se estiverem numa fase de auto-crítica, leiam. Talvez se reconheçam nas minhas circunstâncias. Se estiverem só em modo crítica, não leiam! read more

Um Recurso para Escritores Corajosos

film courage

Há algumas semanas descobri um Recurso de Escritor fenomenal.

Confesso que o guardei para mim… com excepção de uma curta menção que fiz no artigo Quando a Paixão complica a Vida, e apenas durante o tempo necessário para avaliar se, o que eu retiro dele, poderia ter algum valor para vós. read more

Monstros, Abismo e Clássicos

clássicos

Lutar com monstros é a nossa vida. Olhar para o abismo com afinco é o que melhora a nossa a escrita.

Escolham as vossas armas e enfrentem o bicho… Ninguém o o pode fazer por nós. Nós é que podemos ajudar os outros. read more

Partilhar é positivo

partilhar é positivo

Partilhar é positivo. É-o, de facto. No outro dia, estava atenta a um vlog, sobre leituras e livros, que costumo seguir quando reparei numa coisa muito interessante… (acho que já vos falei na * e m m i e *, não falei?)

A jovem usava um cartão com uma cor sólida, deslizava por baixo de cada linha, à medida que ia lendo. Fiquei um bocado confusa porque, primeiro, não percebi que jeito poderia dar ao ler um livro. read more

Uma prática criativa aconselhada

escrita criativa

No momento em que decidi criar uma prática criativa adequada à minha vida, atentando àquilo que me condiciona o tempo, e ao que inspira a minha devoção, descobri que gosto de conhecer várias realidades dentro de um só tema.

E, sobre este tema das paixões que nos alimentam a escrita, sugiro que espreitem o artigo 'Quando a Paixão complica a Vida'

Por exemplo quando me interessei por Realismo Mágico procurei: pintores e pinturas; história sobre a evolução do tema; escritores, livros e contos; imagens conhecidas e desconhecidas; vídeos no YouTube… read more