A proporção divina de um texto

proporção divina

Há uma proporção divina num texto?

Colocado desta forma, ocorrem-me uma dezena de poemas, umas quantas letras de músicas e algumas histórias ficcionais que, arrisco dizer, terem sido tocados por poderes divinos durante a sua execução. read more

Opinião: “O Retrato de Dorian Gray” de Oscar Wilde

Oscar Wilde

“… para ele a vida era a primeira, a maior das artes, e todas as outras artes nada mais pareciam ser do que uma preparação para a vida.” – Oscar Wilde em ‘O Retrato de Dorian Gray’

O que posso dizer sobre esta obra? read more

Sobre “Regresso a Casa” de Susanna Tamaro

Susanna Tamaro

De Susanna Tamaro este é o sexto livro que leio.

Tendo o formato de livro, enquanto o seu conteúdo foge ao objecto em si, “Regresso a Casa” compõem-se por três momentos escritos da autora, contendo dois discursos e uma entrevista. read more

Sobre “Never Let Me Go” de Kazuo Ishiguro

never let me go

Um livro que adoptamos nunca é um livro que trazemos para casa. Um livro que compramos nunca é um livro para encher uma estante. Um livro que lemos nunca é uma história com que estamos em contacto.

“Never Let Me Go”, de Kazuo Ishiguro, veio da Feira do Livro de 2021, do lado dos alfarrabistas, com direito a anotações a lápis e tudo [inserir emoji com olhinhos em coração]. read more

Outono de Amadurecimento e Inícios

Outono e amadurecimento

Começou o Outono e, por aqui, sentem-se no ar os princípios desta estação.

Não sei se pensam como eu mas, sinto que o início desta estação inspira-me a ver a beleza na mudança à minha volta. read more

Baú das Curiosidades: A mesa de Jane Austen

a mesa de Jane Austen

Há tanto tempo que não escrevia para o Baú de Curiosidades aqui do blog. Porquê? Não faço a menor ideia… Considero que existem peculiaridades literárias, ou correlacionadas com literatura, que são o sumo que nos alimenta a alma.

O último Baú de Curiosidades que escrevi foi sobre Júlio Verne e o poder da obra deixada, o pai da Ficção Científica, mas também podem ver Peculiar Vargas Llosa e a suspeita de plágio, ou Os Monitores de Terry Pratchett sobre… o uso dos seus seis monitores. E, mais uns quantos artigos cheios de curiosidades literárias. read more

Cultura, Modernidade e aquilo que Escrevemos

aquilo que escrevemos

Quando a Língua muda, a Cultura muda. Quando a Cultura muda, a Literatura muda. Quando a Língua muda, a Literatura muda.

Com tantas mudanças em operacionalização é justo acreditar que aquilo que escrevemos tem um grande impacto na nossa cultura. read more