Foco para Dezembro

dezembro

Dezembro, esse mês de Natal…

O frio de cortar a pele que se sente nas manhãs. O conforto de um chá quentinho. A necessidade de uma manta fofa e um bom livro. Os momentos em família e a felicidade de estarmos com os nossos. A contemplação calma, do que foi, e do que virá. read more

[pausa de domingo] Descansar é essencial

descansar é essencial

Começo a acusar o cansaço a sério. E, faço-o da forma que me é habitual: dor de cabeça.

Basta-me mudar a rotina, diminuir o meu tempo em frente ao computador, fazer uma ou duas refeições não-keto, submeter-me a excesso de input sensorial (olá! excesso de barulho, luz e cor), e lá vem o camião, por dentro, atropelar-me o cérebro. read more

Celebro as 50 000 palavras escritas em Novembro… mas, não acabou

celebro

No dia em que este artigo é publicado será 15. E terão passado quinze dias do início do desafio NaNoWriMo.

Sim, este é o grande evento do ano. Este é o mês em que escrevemos 50 000 palavras naquele projecto em que desejamos trabalhar. read more

[pausa de domingo] gosto de sol ao reabastecer

gosto de sol

Não vos vou mentir, esta foi uma semana intensa. E, apesar de considerar que as minhas semanas têm início ao sábado, verdade é que, ainda não consegui libertar-me da sensação de intensidade… e, estamos a um minuto de Domingo.

Não posso dizer que tenha sido uma semana difícil. Gosto tanto disto que faço que não me parece correcto chamar-lhe difícil, daí o uso da palavra intenso. read more

Um Objectivo alcançado

os metamorfos

Terminei o segundo rascunho d’Os Metamorfos.

Até podia começar por lamentar o ano difícil que tem sido, ou por dizer que ainda faltam (sabe Deus) quantos rascunhos até eu ficar satisfeita com o resultado deste projecto, ou o que me fez continuar a aparecer para completar este texto… ou que era suposto tê-lo terminado ainda no decorrer de 2021. read more

Tempo para Celebrar

feliz natal

O Natal pode ser uma época difícil. Durante muito tempo sustive uma relação conturbada com estes períodos natalícios. Por motivos, que não importam para aqui, tinha dificuldade em gerir exigências… as minhas, em particular.

Agora, deixei de exigir o máximo esforço meu. Saliento a nuance… não deixei de exigir o meu máximo esforço, o que abandonei foi a meta irrealista de ter tudo perfeito… só para me desiludir com o imperfeito. read more