O momento

É um ponto mágico, num quadro veloz.
Penso que olho e não vejo, a dor que é atroz.
Numa imagem distorcida (é o que vejo em ti…
em mim) não há saída, a vida fê-lo assim.
 
Por isso, é todo um quadro que existe,
só na minha mente. É triste!
Verdade? Mentira?
Desmente! Não observas! Deliras…
 
 
O que penso, vejo, escuto, nada me diz.
Mas tudo sei. Porquê? É o drama… do infeliz,
que vê, e nada pode fazer, para mudar a trama.
 
Sei que aquele momento é meu.
Longe no tempo, perdido no céu.
De um nada que criámos, num nada que se tornou.
O momento não mo levas,
O mundo do sonho é meu.