45 days Book Challenge – Dia 10 – Livro mais curto que já li

“Os Últimos Três Dias de Fernando Pessoa” de António Tabucchi (75 pág.). Os três últimos dias vida de Fernando Pessoa, imaginados por Tabucchi. No seu leito de morte e em estado de delírio, Pessoa conversa com os seus heterónimos. Uma ficção escrita por um apaixonado da sua obra, António Tabucchi, que tanto tem divulgado o nosso poeta por esse mundo fora.

E “O livro do Chá” de Kakuzo Okakura (92 pág.). À primeira vista é a cerimónia do chá (chanoyu) descrita em pormenor, depois torna-se no símbolo da procura pela perfeição…

O “chaísmo” é um culto que se fundamenta na veneração da beleza em meio à sordidez dos acontecimentos diários. Incute a pureza e a harmonia, o mistério da caridade mútua, o romantismo da ordem social. É essencialmente a veneração do imperfeito, uma tentativa singela de conquistar o possível em meio a esta coisa impossível que conhecemos como vida.”

………..

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *