Review/Opinião: Slave to Sensation by Nalini Sigh

My first book choice for Reading Romances Challenge was Psy-Changelings Series ‘Slave to Sensation’ by Nalini Sigh.

Since its Alternate Realities month I decided to give a shot at the Psy-Changelings Series, and I’m very glad I did. I really love the constant twists and turns of this new kind of society, one that tries to accommodate three types of races: human’s, psy and changelings.

I do appreciate a good romance but these books are so much more. Dealing with a wide range of emotional concepts, it makes us wonder about nature’s influence in the behavioral aspects of our existence. It speaks of all the emotions that any human being has at their disposal, good and extremely evil, tying smart stories and characters to dazzling sceneries and intriguing abilities.

Slave to Sensation’ it’s the beginning of a revolution in the 2079 society where the Psy consider themselves above humans and changelings, just because they don’t let emotions rule them. Or so they thought… The Changeling clans are all emotion and therefore the perfect antagonist for the Psy. But we mustn’t forget the human third of the world’s population, because they are pretty convinced that they can change their position in the power scale.

I’m in the 6th book and having a blast with these stories. I can’t predict where all of this is going, only that it will have more of the intelligent turns that Nalini Sigh has accustomed us to.

 Φ

O primeiro livro que escolhi, no âmbito do Reading Romances Challenge, foi ‘Slave to Sensation’ de Nalini Sigh.

Uma vez que este é o mês das Realidades Alternativas decidi experimentar a Série Psy-Changelings desta autora. Estou bastante satisfeita por o ter feito. Gostei imenso das reviravoltas constantes desta nova sociedade que acomoda três tipos de raças: a humana, os Psy e os Changelings.

Gosto bastante de um bom romance mas considero que estes livros são muito mais do que isso. Lidam com um vasto leque de conceitos emocionais e fazem-nos pensar sobre a influência que a natureza tem nos nossos comportamentos. Eles focam todas as emoções que um ser humano tem à sua disposição, falam do bem e da maldade extrema interligando histórias e personagens interessantes a cenários deslumbrantes e capacidades intrigantes.

Slave to Sensation’ prepara-nos para a revolução da sociedade de 2079 em que os Psy acreditam ser superiores aos humanos e aos changelings porque renegaram todas as emoções. Pensavam eles… Os clãs de changelings vivem de emoções, pelo que constituem o antagonista perfeito para os Psy. Não esquecendo o terço humano da população, determinados a mudar de posição na escala do poder.

Neste momento estou a ler o 6º livro desta série e a apreciar cada uma das histórias. Felizmente não consigo prever para onde esta série se dirige, apenas que verei mais reviravoltas inteligentes, às quais Nalini Sigh nos acostumou.

ΦΦ

Related Posts / Artigos Relacionados:

Opinião: “Na Sombra do Amor” J.R. Ward

Opinião: Succubus Revealed by Richelle Mead

ΦΦΦΦΦ

Leave your comments here or send me an email to: sara.g.farinha@gmail.com

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *