[pausa de domingo] Pausa, de facto.

ghibli

Sinceramente, o primeiro semestre de 2022 vai ficar na minha memória por algumas circunstâncias. A mais vincada, penso que será a constante disrupção de um estado de boa saúde. (Olha para mim, a tentar ser positiva!)

Desde Janeiro que não faço mais nada a não ser gerir doenças. E, infelizmente, não apenas as minhas.

Neste momento, ainda estamos a moderar a fase sintomática, mas não contagiante, dos Covids da vida. Mas, a lista de outras maleitas já vai longa… e, não vou repetir aqui. Não quero! Não me apetece!

Enquanto escrevo isto, depois de uma caneca XL de café, a desejar a segunda que irei buscar, num instantinho!, a sentir um cansaço extremo, e a fingir que lhe sinto o gosto (ao café), e que consigo respirar sem qualquer entupimento… noto que a tendência pouco inspirada, para inspirar os que me lêem, das últimas semanas se mantém.

Portanto, nesta Pausa de Domingo, não sei o que farei. Estou farta de dizer que “descanso para recuperar” porque, páro, descanso, mas a parte de recuperar é que parece fugir-me.

Ontem, Sábado, tivemos um evento escolar. Um espectáculo que, só de pensar, fico exaurida (utilizando uma palavra que uma amiga costuma dizer amiúde e que sempre me fazia sorrir).

[Enquanto escrevo isto, ainda não aconteceu pelo que, só a ideia do que lá vem me causa ansiedade]

São 3 apresentações da cachopa, com 3 fatos diferentes, num sítio desconhecido, onde terei de entregá-la, buscá-la, entregá-la… ah! e vesti-la, mas sem ter acesso aos bastidores, segundo consta. Estou confusa só a tentar encaixar as instruções.

Só vos digo que me vejo num estado muito pouco cordial daqui a umas horas. [Porque, neste momento, ainda não aconteceu.]

Até considerei arranjar um aparelho que pudesse localizá-la a qualquer momento. O que não consigo fazer acontecer em cima da hora. Mas desejo-o com intensidade. Respira fundo. 

Por isso, nesta pausa de Domingo sugiro que tomem cuidado convosco e com a vossa saúde.

Aquela parte toda de ter atenção ao que comemos, ao exercício físico, manter-nos activos, em especial porque, as circunstâncias dos últimos dois anos, com a pandemia e os confinamentos, nos atiraram para circunstâncias de pouca actividade, e quase nenhum acompanhamento médico.

Sem esquecer que as nossas actividades costumam envolver muito tempo sentados ao computador e, não esquecendo o que tudo isto faz/fez à nossa saúde mental… mais, cada circunstância pessoal que todos temos, é importante ter paciência connosco e cuidados, seja lá o que isto significar para cada um de nós, porque somos todos diferentes e apreciamos cuidados diferentes… que grande testamento! E, nem envolve todos os cuidados… não esquecer de ficar atentos a nós próprios e a possíveis ocorrências inesperadas.

Tentarei fazer o mesmo, e começar a próxima semana, um pouco mais inspirada. Continuo focada nestes projectos, e preparo umas novidades para breve mas, primeiro, fazer uma pausa para me cuidar. Dar-lhe/me tempo para recuperar.

Ah! e entretanto tenho uma operação agendada, que apesar de ser relativamente simples, antevejo mais necessidades de tempo para recuperação… e dores. Antevejo bastantes dores.

Mas, cá estarei para continuar. E, se puder deixar-vos alguma coisa, que seja o meu desejo sincero de que tenham…

uma excelente pausa de Domingo!

***

Querem ajudar este blog a continuar? Comentem, aqui em baixo, Gostem e Partilhem nas vossas redes sociais.

Sigam o Vlook, o canal YouTube deste blog, sobre livros…

Não se esqueçam de subscrever o blog por e-mail e recebem, todos os Sábados, um vislumbre exclusivo sobre os bastidores.

 

4 comentários em “[pausa de domingo] Pausa, de facto.”

  1. Bom Dia

    DESEJO-LHE PRONTA RECUPERAÇÃO.
    APRECIO MUITO OS SEUS TEXTOS E A ABNEGAÇÃO QUE LHE MOVE. A MESMA QUE LHE TRARÁ A SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES.
    ASSIM COMO OCORRE COM VOCÊ, GOSTO MUITO DE LER E ESCREVO ROMANCES COM PEGADA SOCIAL.
    OBRIGADO
    CISINO COSTA SILVA

Responder a sarafarinha Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: