Recursos do Escritor: Exercício para aperfeiçoar a Escrita

Recursos do Escritor- Exercício para aperfeiçoar a Escrita

Para quem acompanha este blogue regularmente já não é novidade que eu gosto de analisar, e às vezes executar, projectos paralelos cujo objectivo é melhorar a arte de escrever.

O artigo de hoje é sobre um desses desafios. A ideia é tão interessante que poderá mesmo servir de inspiração para outros projectos (no meu caso para o desafio 12 Meses/12 Contos), assim como incentivar-nos a ler ou reler as obras que inspiraram este exercício de escrita.

Susan Morris no blogue http://www.omnivoracious.com/construiu um exercício de 52 semanas, uma resolução de ano novo para aqueles que pretendem melhorar a arte da escrita. Leiam o artigo completo aqui…

Um ‘Recurso do Escritor’ imaginativo que orienta a imaginação e incentiva a nossa musa interior.

ΦΦ

Artigos Relacionados:

Recursos do Escritor: 7 Técnicas de Escrita – Gerar, organizar e usar ideias

Diário de Bordo do Escritor: 5 Tácticas a adoptar

Página: Recursos do Escritor

ΦΦΦΦΦ

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

3 opiniões sobre “Recursos do Escritor: Exercício para aperfeiçoar a Escrita”

  1. Tudo bem? Não sei se verá esse comentário. Mas vamos lá…
    Eu gostaria de tirar umas dúvidas e se pudesse me ajudar seria muito bom, pois não consigo achar na internet as respostas.
    1 – Em um diálogo, onde o narrador está em primeira pessoa, como por exemplo esse:
    – Oi, tudo bem – nada bem.
    – Sim, e você? – respondi.

    Eu posso emendar esse “nada bem” da forma como eu fiz. Se não, será que você poderia me dizer como proceder? Eu quero expressar a opinião da personagem logo em seguida, mas não sei se o recurso que faço está correto.
    Eu tenho pensado ultimamente em colocar em itálico quando desejo fazer isso. Está certo?

    2 – Acho que não tem “dois”, mas fiquei com vontade de colocar aquele “um”. Usei as aspas certo?

    3 – Ultima coisa.
    Como o meu narrador é em primeira pessoa, quando ele está em monólogo e pensa sobre o que outra personagem falou, eu devo usar aspas, itálico ou dois pontos?
    Ex: Eu estava cansado. “O espírito não se cansa”, diria Helen.
    Está certo da forma como escrevi? Tem um jeito melhor?

    4 – Se quiser me dar uma dica sobre qualquer outra coisa no processo da transmissão ao leitor sobre a mente da personagem eu agradeceria.

    5 – Adorei seu Blog.

    1. Olá Lukas, enviei um email com as respostas às tuas perguntas.
      Obrigada pelo comentário aqui no blogue e espero ter ajudado.
      Cumprimentos

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *