A Revista Estante nas nossas Estantes

Revista Estante Fnac

Não sou consumidora assídua de Revistas. Nunca fui. Sempre folheei aquelas que me apareciam à frente, que outros compravam e por algum motivo, acabavam por coabitar o mesmo espaço que eu. E, bastava-me.

Olhando para trás, nem de revistas de música (de onde tirava todos os posters para colar na parede do quarto e imagens para forrar os meus cadernos de escola) fui grande compradora. Até da National Geographic Portugal, que li assíduamente durante uns anos, só posso dizer que comprei uma.

E, mesmo quando encontrei um projecto curioso e que podia resultar, como este sobre Estratégias (falhadas) de pesquisa, depressa percebi porque é que comigo revistas nunca resultam.

Assim, e posto isto, é uma grande satisfação para mim quando partilho convosco esta Revista de que gosto tanto: Estante.

Nop. Não é uma cena mega-ultra-erudita. Não é daquelas que, olhamos para o preço, e perdemos a vontade sequer de lhe pegar. Também não é jornalisticamente isenta de quaisquer intenções comerciais.

O que ela é é Diferente. E, isso, é bom. Pelo menos, no meu Dicionário, diferente é Bom.

Este é um Recurso do Escritor e do Leitor. Uma revista literária cuja equipa que a produz se pode orgulhar.

É gratuita, publicada trimestralmente, cheia de ilustrações, ideias, informações e conceitos que se apresentam como um produto coerente e interessante. A Revista Estante é uma publicação FNAC (nop, não estou a ser paga para publicitar… mas estou receptiva a propostas).

Para mim, destaca-se pela abordagem inspirada e inspiradora dos temas literários.

E, podemos também, ler alguns dos conteúdos online.

Pessoalmente, gosto bastante de ler e absorver a revista em papel. É sempre com grande prazer que a folheio. Despretenciosa e educativa, são duas características que valorizo em quase tudo.

Gosto do conceito desta revista como um todo: ilustrações, História e Cultura. Com um tema central que orienta todos os artigos, imagem e publicidade. Uma publicação composta de forma interessante e inteligente, que me proporciona uns bons momentos de entretenimento no tema que me cativa: livros.

Se tiverem oportunidade, passem por uma FNAC em Portugal, e procurem um exemplar. Garanto-vos que irão ter dificuldade em deitá-lo fora depois de lido.

E, este é o que vos sugiro como Recurso do Escritor: uma revista da especialidade, grátis e, acima de tudo, inspiradora na sua simplicidade. Um recurso de pesquisa.

Conhecem alguma revista assim? Partilhem connosco, p.favor.

::::::::::::::::::::::::::

Subscrevam este blogue e recebam todas as novidades por e-mail.

 

Donate! Help support this site!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.