Diário de Bordo: As primeiras (largas) semanas de 2015

Diário de Bordo“Não é benéfico querer fazer tudo quando não me acalmo o suficiente para fazer qualquer coisa.” Em: Diário de Bordo: Metas para 2015

Recorrendo ao cliché “De boas intenções está o inferno cheio”… e não é que se aplica na perfeição?! Comecei o ano de 2015 determinada a deixar que certos hábitos se enraizassem. Defini duas actividades basilares que iriam ajudar a fomentar a prática diária da escrita.

Como tudo o que se define de forma intransigente, mesmo se exequível, tendemos a comprovar que não se mantém, por mais boas intenções que se tenha. Mas, sem arrependimentos. Uma vida cheia também faz parte das metas para 2015 e se não cumpro a primeira, cumpro a segunda.

A minha primeira experiência oficial chama-se Evernote aka memofante informático. Estou a usá-lo neste mesmo rascunho deste artigo. Por isso, acho que posso afirmar que é um hábito que se manterá com sucesso.porco-espinho de marte

A segunda experiência consistia em escrever 1 hora por dia, durante todos os dias. Esta é, como supunha, mais complicada. Com a contrapartida de colocar 2€ no meu porco-espinho de Marte… digamos que comecei a trocar as moedas por notas… Como defini o dia 31 de Janeiro para ver se pego ou largo, a meio de Fevereiro vejo-me num sítio complicado. A meio de Março então… Por este andar, vou juntar o suficiente para viajar antes do próximo Verão.

ΦΦ

Artigos Relacionados:

Diário de Bordo: Metas para 2015

Diário de Bordo: Resultados (horroríficos) das Metas Anuais de 2014

ΦΦΦΦΦ

Passem 2015 com os meus devaneios literários (e afins). Subscrevam este blogue e recebam todas as novidades por e-mail.

Segue-me / Follow me:

facebook

twitter

google+

PinterestLogo

instagram

 

 

tumblr-icon

goodreads

youtube

 

Contacta-me / E-mail me:

sara.farinha@sarafarinha.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *