Uma confissão elaborada

Make something simple. Start small.

Talvez este não seja o local apropriado para vos contar uma história. Talvez seja o local ideal. Afinal, a vida é feita de histórias, e este blog é uma ferramenta de comunicação que serve escritores, artistas… pessoas de/com histórias.

Esta é uma parte do que tem sido a minha vida, algo que já tinha mencionado aqui, e que sinto que devo partilhar com quem lê. Partilhar a realidade. Partilhar as histórias com aqueles, que descobri serem muitos, a quem isto aflige. read more

Visita à 88.ª Feira do Livro de Lisboa

88 Feira do Livro de Lisboa

Este foi o terceiro ano em que a minha piquena acompanhou a mamã (os papás) à Feira do Livro de Lisboa. A 88.ª Feira do Livro de Lisboa.

Espero poder continuar a criar memórias de visitas à Feira. Guardo muitas da minha infância e, também, da minha vida adulta e profissional. Agora, quero gerá-las com a minha filhota. read more

Uma pequena Inspiração

uma pequena inspiração

Por vezes depara-mo-nos com algo que logo nos cativa. Já vos aconteceu?

Escusado será dizer que a situação inversa é aquela que mais notamos: deparar-mo-nos com algo que nos ofende ou nos causa repulsa. read more

Sobre Criar, Felicidade e Viver o Agora

Sobre Criar, Felicidade e Viver o Agora

Todos nos debatemos com a vontade de criar alguma coisa e com aquilo que acreditamos ser a utilidade dessa obra. Decerto, já vos aconteceu. Todos nos sentimos infelizes quando vemos as coisas desta forma: Esforço vs Utilidade

Parece que passamos os dias à procura de justificações para sermos mais do que aquilo que a sociedade nos impõe que sejamos. Motivos para nos dedicarmos a uma actividade que não é o trabalho físico-mental-o-repetitivo diário. (Não percam o exercício no final deste artigo) read more

Homenagem a Ursula K. Le Guin

Homenagem Ursula K. Le Guin

Ursula K. Le Guin, a 22 de Janeiro de 2018, morre a mulher que escrevia Ficção Científica e Fantasia. Não sei se compreendem a dimensão do facto. Eu, acho que ainda não entendo. Uma mulher que se distingue na Escrita de Ficção Científica e Fantasia.

“I think,” Tehanu said in her soft, strange voice, “that when I die, I can breathe back the breath that made me live. I can give back to the world all that I didn’t do. All that I might have been and couldn’t be. All the choices I didn’t make. All the things I lost and spent and wasted. I can give them back to the world. To the lives that haven’t been lived yet. That will be my gift back to the world that gave me the life I did live, the love I loved, the breath I breathed.” ‘The Other Wind’ read more

Começar de novo e fazer melhor – Uma contemplação de final de ano

começar de novo e fazer melhor

Se tivesse de começar de novo o que faria melhor?

O que faria em grande? Sem medo?

Sem pensar em A+B = a C ou a D? E, se conseguirei, com qualquer dos resultados.

Qual foi a parte que não ressoou com os meus leitores? O que falhou? O que resultou? Algumas coisas sei, consigo identificar o que falhou. Outras, nem por isso. read more

A importância de Rituais no Processo Criativo

Rituais no processo criativo

Não é o primeiro artigo aqui no blog sobre rituais de escrita.

Escrevi ‘Rituais para Criar, Simplificar e Concentrarmo-nos na nossa Arte‘ e ‘Cria os teus Rituais de Escrita‘. Um sobre libertarmos o tempo e o espaço necessário para criar e o outro sobre as condições físicas que afectam a nossa escrita. Ambos com grande destaque para o estabelecimento de ritmos e prioridades. read more