2016 – Os Meus Livros Favoritos em 2016

A fé de um escritor
‘A fé de um escritor’ de Joyce Carol Oates

31 livros lidos em 2016, um número modesto em comparação com os 50, os 80 ou os 100 de anos anteriores… foi o que se arranjou, mediante um ano tão cheio de tudo.

Do que li em 2016 quero destacar aqueles que, por um qualquer motivo, mais ou menos explicável, me tocaram. read more

Recursos do Escritor: 6 Regras para Escrever bem por George Orwell

6-regras-para-escrever-bem

Do autor de ‘1984‘, George Orwell, chegam estas 6 regras de boa escrita.

Apesar de Orwell ser directo ao afirmar: read more

Opinião: ‘Stitches: A Handbook on Meaning, Hope, and Repair’ de Anne Lamott

stitches

Tenho a certeza que já vos tinha dito mas vou repetir: sou fã dos escritos de Anne Lamott.

Como repararam (ou não) nas últimas duas semanas virei a câmera fotográfica para as páginas de um livro que era, praticamente, residente oficial da minha wish list.  Finalmente, adoptei ‘Stitches‘ e trouxe-o para casa. read more

Opinião: ‘Ontem e Amanhã’ de Júlio Verne

Ontem e Amanhã

“Destruir-me, seja! Perturbar-me, nunca!” Em ‘O Eterno Adão’ de Júlio Verne

‘Ontem e Amanhã’ é uma edição que reúne quatro novelas deste tão conhecido autor de fantástico (e não só). read more

Opinião: ‘História de um caracol que descobriu a importância da lentidão’ de Luis Sepúlveda

capa_PauloGalindro

‘História de um caracol que descobriu a importância da lentidão’ foi o primeiro livro comprado para a minha filha na Feira do Livro deste ano. Aliás, costumo dizer que foi o primeiro livro que ela comprou.

Como aficionada que sou dos livros de Luis Sepúlveda, como podem ler aqui, aqui e aqui, ando há bastante tempo a aguardar a oportunidade de ler estas suas obras mais… posso chamar-lhes metafóricas? read more

Recursos do Escritor: Mais Criatividade e Mais Leituras

Mais Criatividade e Mais Leituras

Sei que já vos disse que não sou nenhuma crítica literária. Estou deste lado da cerca. O lado dos que escrevem.

O que não sei se vos disse é que gosto de ler coisas distintas. Nunca um só género literário. Não apenas ficção. Nem um formato rígido. read more