Faz o que te faz feliz

Faz o que te faz feliz

Fazer o que nos faz felizes. Às vezes é tão simples como isto.

É preciso divertirmo-nos. Fazer o que é preciso e ter prazer nisso. Encontrar a parte de entretenimento que a nossa Arte nos traz.

Se é aborrecido, mas importante, há que continuar até concluir. Se é só aborrecido, e nada ou pouco importante, há que abandonar por completo.

Se um texto, quadro, projecto, não nos traz alegria, felicidade, entusiasmo, medo, ansiedade, ou qualquer que seja read more

Recursos do Escritor: O que nos impele a continuar?

O que nos impele a coninuar

Escrever é uma tarefa solitária, que exige uma boa dose de isolamento e reflexão. Mas é também uma vontade de partilhar com os outros aquilo que criamos.

Escrever é um misto de servitude e egoísmo, de observação e auto-análise. Partilhar o que escrevemos significa ajudar os outros quando procuramos ajudar-nos a nós próprios. É usar aquilo que sabemos, read more