Um ponto de situação na nova estação

um ponto de situação

Aviso: Este artigo contém um ponto de situação sobre o Estado desta Nação Criativa, um ‘Olá!’ à estação do ano que começou e é uma bússula para este meu caminho.

Começa uma nova estação. A Primavera chegou e, também aqui, no meu Laboratório Criativo, começa uma nova estação.

O Equinócio da Primavera que teve o seu início em 20 de Março de 2022, marca o início de uma estação que associo a flores, juventude, amores, tempo ameno e inícios vários.

Passado o primeiro trimestre do ano é, também, tempo de fazer uma pequena viagem retrospectiva, contemplando o que andei a fazer, e acertando o passo para as actividades que desejo incorporar no período a seguir.

Não preciso de nada muito elaborado: os meus cadernos de apontamentos e uma caneta… e/ou um artigo, como o presente.

Como uso a arte de journaling diário de forma ininterrupta, há uns poucos de anos, é fácil rever o que andei a fazer nos últimos 3 meses, os correspondentes ao início deste ano.

Nas partes que vos podem interessar, e mediante os temas deste blog, deixo-vos uma retrospectiva das actividades relevantes para os objectivos.

leituras

LEITURAS

Este ano considerei incorporar alguns objectivos específicos nas minhas leituras. Tenho mais do que idade, e experiência, para saber o que me agrada. Sei que a minha motivação oscila de acordo com os meus humores. Sou uma leitora de humores… e, se fosse só nisto que sou de humores, estava muito bem…

Assim, defini uns poucos objectivos:

  • começo pelo objectivo macro: ler 60 livros em 2022
  • abandonar ou adiar uma determinada leitura se não me sinto no mindset apropriado
  • ler o que me apaixona
  • ler coisas que acrescentem informação/saber

Neste momento, conto 26 livros lidos (26/60). Voltei a colocar na prateleira todas as leituras que não me sinto inclinada a terminar…

Também vos acontece, quando tornam público que estão a ler um livro, nunca conseguem terminá-lo no prazo que estipularam? se é que o terminam de todo… é uma chatice.

Tenho escolhido livros que acredito que vou gostar… como este, ou este… e agradeço todas as sugestões literárias que encontro nos sítios da especialidade.

Procuro diversidade nas minhas leituras e encontro-a nos vários temas que desejo aprofundar: escrita, negócios, pintura, poesia, empreendedorismo,…

Um projecto que me abriu horizontes para mais literatura infantil foi o Projecto Biblioteca promovido pela professora da minha miúda. Conto 37 livros infantis  lidos desde Setembro e não estou a contar repetições.

Escritos

ESCRITOS

Objectivos para a minha escrita:

  • terminar o segundo rascunho d’Os Metamorfos’
  • continuar a escrever e a aprender a escrever
  • ler/ouvir/assistir a material sobre este tema em específico

Ainda não terminei o segundo rascunho d’Os Metamorfos’.

Nos últimos dois anos mantive-me afinada para as histórias que queriam nascer. Não fui/sou, particularmente, regrada pelo que usei os NaNoWriMo’s e os #the100dayproject’s para gerar ideias e executá-las.

Mas, como qualquer escritor que se preze, há alturas em que o projecto em que estamos a trabalhar não quer colaborar connosco. Estou a cerca de 50 páginas do final, no processo de reescrever um segundo rascunho d’Os Metamorfos’, e estou bloqueada. Tem sido uma complicação terminar a segunda volta na construção deste projecto.

Já tentei uma série de coisas, incluindo dar início a um outro projecto mas, ainda não descobri a peça que fará este livro funcionar (para mim), e que me irá permitir cumprir este objectivo.

Continuo a escrever, na maioria dos dias, em diferentes projectos. Devia ter uma contagem oficial, mas escrevo muito à mão, e não sei contabilizar palavras sem ser da forma tradicional, a contar cada palavrinha. Não vai acontecer!

blog

BLOG

Objectivos:

  • publicar dois artigos semanais
  • manter o blog activo
  • rentabilizar o blog

Nem sempre consigo publicar dois artigos por semana.

Adoro fazer planos, e desenhos do que tem de ser, marcar grandes evoluções de temas, e ver o sítio para onde quero levar os conteúdos deste blog. Mas, claro está!, isto é um blog, um sítio onde partilho o que ando a fazer (relacionado com a vida de escritor), e onde tento contribuir para a vida criativa, e motivação, dos que lêem o que escrevo.

Se fosse um site com outros propósitos, até podia funcionar assim: um plano para seguir à risca, onde não haveria espaço para cunho pessoal, onde o que importa é um funil, uma venda, um impingir do patrocínio dos nossos custos.

Atenção, não tenho nada contra poder viver do que gosto de fazer. Aliás, posso dizer que este era um sonho tornado realidade, afinal, o tempo, a energia e o dinheiro que invisto aqui são doados… e, tenho doado tudo o que consigo.

Há muitos anos que coloco na lista de objectivos o rentabilizar do blog… algo que nunca aconteceu (se tiverem ideias sobre isto, deixem nos comentários, por favor).

Assim, estipulei dois artigos semanais mas, sem compromisso (porque a vida acontece e as gripes também) e, entretanto, decidi iniciar um artigo mais pessoal a cada Domingo…

Não sei se leram as últimas ‘Pausas de Domingo’? Como o Descanso Obrigatório em momento de Pausa… Estes artigos são as minhas tentativas de tocar alguns temas mais pessoais, espero eu, com os quais vocês se identifiquem.

Sem esquecer que, ao Subscreverem o blog por email recebem uma Newsletter semanal (ao Sábado), onde vos convido a espreitarem os bastidores deste blog, na semana que passou. Um conteúdo só para os Espectaculares Subscritores deste blog.

O Blog é uma plataforma que está sempre em evolução. Algo que se manteve neste primeiro trimestre, e que não pretendo abandonar… afinal, já conta 15 anos de trabalho.

aprender

APRENDER

Objectivos:

  • fazer um plano dos temas a aprofundar e dos meios a usar
  • uma gestão de tempo que me permita incorporar tempo de aprendizagem
  • encher o poço criativo 

Fiz um plano. Não é o meu primeiro plano!

Procurei incorporar os temas que quero aprofundar, listar livros, e outros meios, para adquirir saberes nessas áreas. Reservei tempo para isto. Comecei.

Difícil não é começar, é manter. E, apesar de ter noção que preciso usar os tempos que tenho, adequando-os aos meios que possuo (nada me impede de ouvir um ficheiro de áudio quando estou a cozinhar, por exemplo), por vezes, não tenho energia para isto… e, sinto que desperdiço o tempo dividindo a minha atenção, e não me focando por inteiro no que estou a fazer. Isso, e acabo a queimar o jantar…

Com atenção dividida, levo o triplo do tempo a absorver uma coisa simples.

Custa-me imenso estar a ouvir um podcast e não tirar notas. Ou, ter de ouvir o mesmo umas cinco vezes, para poder reter por escrito, o que preciso incorporar nos meus saberes.

É muito complicado dizer que a minha palavra para 2022 é Focus, e depois ver que faço tudo, menos focar-me no que estou a fazer.

Quanto à história do poço criativo… vamos atirando coisas lá para dentro. Coisas novas, coisas criativas, experiências… coisas que, depois, vamos retirar de lá para serem usadas de outras formas (com mais ou menos água).

Um poço criativo, como um repositório de coisas inspiradoras que utilizo na minha vida criativa, é uma analogia que me tem servido de diferentes formas.

início

O Início de uma nova estação

Revendo o que andei a fazer, tendo a certeza de que fiz o que consegui (nem quero relembrar a quantidade de maleitas que me têm afectado desde o início de 2022. Começa a ser ridículo!).

Gostava de ter, finalmente, ultrapassado algumas das barreiras pessoais que antevi no meu caminho? Claro que sim!

Não aconteceu. Ao invés, aprendi que Foco também é ter Paciência com aquilo que não consigo mudar.

Olho para a estação que teve início, da qual usei duas semanas para desfrutar de gripe, e penso em flores, juventude, amores, tempo ameno e inícios vários.

Penso em finalizar projectos e em embarcar em novas viagens. Penso em motivação e gestão de tempo. Em firmar intenções nos objectivos. Em procurar o Positivo, em motivação e em energizar a vida.

Penso, não no que gostava de ter, mas em apreciar o que tenho. Penso em ajudar os outros como sei e posso.

Penso nos projectos que mantive, e nos que não me convenço a abandonar… eu, e as minhas dificuldades em enterrar em definitivo aquilo que não está propriamente vivo e a funcionar como era suposto. Só pode ser uma questão de signo!

***

Referências:

***

Querem ajudar este blog a continuar? Comentem, aqui em baixo, Gostem e Partilhem nas vossas redes sociais.

Obrigada e Até Breve!

Sigam o Vlook, o canal YouTube deste blog, só sobre livros…

Não se esqueçam de subscrever o blog por e-mail e recebem, todos os Sábados, um vislumbre exclusivo sobre os bastidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: