Voz de Escritor em 9 Actos

voz de escritor em 9 actos
O que é a Voz do Escritor?

É a forma como tu escreves, o teu estilo pessoal. É tudo aquilo que só pode ser escrito por ti, com a tua forma de ver o mundo, a tua experiência pessoal, a manifestação física da tua individualidade.

Como encontras a tua Voz de Escritor?

Escrevemos. A única forma de encontrarmos a nossa Voz de Escritor é manifestarmo-la através da actividade da escrita em si. read more

O Clima, quando não sabemos o que dizer

o clima quando não sabemos o que dizer

Costuma-se dizer que nas conversas, e nas histórias, é aborrecido falar do clima. Na vida real, falar do clima é um quebra-gelo importante. Na ficção,  podemos falar em usar o clima a favor.

Naquele dia cheio de charme com o seu nevoeiro claro, como fina cortina protectora que tapa os edifícios mais altos, e amortece cores e formas do que vejo mais perto de mim. O primeiro dia do ano, um vislumbre místico do que era, encoberto pelo que poderia ser. – S.F. Journal 01.01.2020 read more

Escreve uma má página

escreve uma má página

Ler sobre Escrever, há algo melhor? Só se for escrever sobre Escrever.

Gosto de uma e de outra. read more

A importância de uma Poderosa Experiência Emocional

a importância de uma poderosa experiência emocional

Poderosa Experiência Emocional. O que Escreves é uma Experiência Emocional Poderosa?

Vamos por partes… read more

Escritos & Afins: Baú das Curiosidades – Cartas de Rejeição

Rejeição The Left Hand of Darkness_Ursula K. Le Guin

Rejeições, rejeições… Todos nós odiamos ser rejeitados, seja por quem for, e no que for. No mundo da Escrita odiamos, absolutamente, a rejeição. Em especial, aquela feita de silêncio absoluto.

read more

Opinião: ‘A morte melancólica do rapaz ostra & outras estórias’ de Tim Burton

Tim Burton

Estou a sofrer de uma paixão acesa por este livro. Nada mais, nada menos, do que isto. “A morte melancólica do rapaz ostra & outras estórias” de Tim Burton é uma obra tão ao jeito do seu criador. Burton está para o humor macabro como Stephen King está para o subtil, mas poderoso, horror.

A obra de Burton distingue-se de todas as outras pelos seus contornos tão especiais. Ele junta aquilo que nunca sonhámos ver junto… e há quem lhe chame revisitação da infância. Bolas! Foram crianças muito traumatizadas, não?! “Crianças desajustadas num mundo terrivelmente cruel” é um dos engodos para este livro e, concordo, são histórias de desajustes sérios. Histórias de impossíveis. Histórias de dores inocentes… e não tão inocentes assim. read more

Opinião: ‘A Hora do Vampiro’ de Stephen King

a hora do vampiro

Nova nestas lides de Stephen King (porque a minha imaginação hiperactiva é tramada no departamento dos pesadelos), arrisquei comprar este livro, sem saber se tinha estômago para ele. Afinal, diz que King é mesmo brilhante.

Sei que não é a obra prima dele. Sei que há por aí umas quantas histórias que vou precisar de um pouco mais de… qualquer coisa (coragem?), para as degustar. Mas, depois de ler ‘On Writing’ e ter espreitado, ao longo dos anos, alguns dos filmes baseados nas suas obras, rendi-me ao original. read more